segunda-feira, setembro 03, 2007

Almadenses! Mais um esforço, se não quereis ver destruida a vossa cidade!!!

(Por: Doutor Abreu Santinho, cronista convidado)






Caríssimos:
Aqui há uns dias, uma velha senhora, acabadinha de sair do vetusto Café Central (que, como o próprio nome indica, localiza-se mesmo no centro desta mui nobre e sempre leal freguesia de Almada) comentava, para outra não menos vetusta senhora que, como ela, estava acabadinha de sair do antiquíssimo Café Central (estabelecimento comercial que, como o próprio nome indica, é um ex-libris desta mui valerosa cidade de Almada), com laivos de legítima indignação:


- Bem, por este andar, qualquer dia esta estátua também vai à vida!!!


Eu, que, derivado da minha intensa actividade profissional como Engenheiro, ando sempre à pressa, e distraído, consegui, no entanto (e apesar disso), descortinar que, com a expressão «por este andar», a referida velha senhora se referia ao actual processo de destruição e desmantelamento dos mui aprazíveis recantos e das excelentemente bem delineadas avenidas desta arquitectonicamente exemplar cidade de Almada, de que é triste exemplo a brutal extinção e posterior remoção do Penico... perdão, da Fonte Luminosa do local no qual os cidadãos desta cidade há muito se haviam habituado a vê-la, a apreciá-la e a tê-la, refrescando com os agradáveis repuxos coloridos as suas (deles, cidadãos) noites quentes de Estio e, concomitantemente na mudança de Estação climatérica, acolhendo as simpáticas brincadeiras, dos caloiros e Estudantes Universitários do Monte de Caparica, caloiros e Estudantes Universitários esses que, agora, ficaram, tristemente, sem uma Monumental Fonte Luminosa para se refrescarem, no final da sua Longa Marcha anual, como até agora tinham, o que configura, igualmente, um infame e ignóbil ataque ao já pauperizado Ensino Superior neste depauperado Concelho, posto que, doravante, os caloiros e Estudantes Universitários terão, eventualmente, que se banhar nas conspurcadas águas desta Margem Esquerda do Tejo, cujas as ETARs são, como é sabido, manifestamente incipientes; processo esse - maquiavélico, diria - que tem vindo a ser, qual plano, maleficamente traçado, sistematicamente e de forma metódica cumprido pelos facínoras, que comandam os des(a)tinos deste há mais de trinta anos (aliás, trinta e três, para ser mais preciso...) martirizado município de Almada!!!
E consegui, também, por conseguinte, entender que, nas palavras da vetusta e muito legitimamente, indignada, senhora, «esta estátua» se referia ao Monumento Aos Perseguidos, uma belíssima Obra de Arte erigida pelo Povo de Almada - quiçá à revelia dos actuais (ir)responsáveis autárquicos – situada, como bem sabeis, em plena Praça da Renovação e dedicada, ao valoroso exemplo e à honrosa memória de todos quantos, como acontece hoje com os proprietários de veículos automóveis, foram, ao longo dos anos de obscurantismo (como estes que agora vivemos em almada) pelos sucessivos poderes autárquicos comunistas, humilhados e ofendidos, descriminados e perseguidos!!!


Assim, eu, Engenheiro Abreu Santinho, manifestando a minha solidariedade com a referida e acima mencionada Velha Senhora, aproveito a oportunidade que, muito democraticamente (e algo estranhamente, diga-se, em abono da verdade...) o Senhor Doutor Jornalista António Vitorino me concedeu para me manifestar neste seu Blog, venho, dizia, por este meio, manifestar a minha solidariedade, com a acima citada Velha Senhora e, aproveito, a oportunidade para lançar um repto a todos os Honestos e Honrosos Cidadãos de Almada: para que, em defesa da Honra, e do Bom Nome, da terra da qual somos conterrâneos, nos organizemos como Comissão de Cidadãos Vitimizados e Perseguidos Em Defesa do Património Artístico e Arquitectónico Desta Martirizada Cidade de Almada (CCVPEDPAADMCA) e que, consequentemente, nos manifestemos, da forma que, em reunião a realizar em data a anunciar pela Comissão Instaladora da Comissão de Cidadãos Vitimizados e Perseguidos Em Defesa do Património Artístico e Arquitectónico Desta Martirizada Cidade de Almada (CICCVPEDPAADMCA), por votação secreta e universal, seja democraticamente e maioritariamente decidido!


Eles comem tudo e não deixam nada!!!
They eat all and don’t let anything!!!


Mas nós, Honestos Cidadãos, unamo-nos e não deixemos estes facínoras destruir a nossa amada Almada!!!
But us, honest citizens, unite and don’t let this motherfuckers destroy our beloved Almada!!!


Eng.º Abreu Santinho
(Provedor do blog Debaixo do Bulcão que, por ser, apesar de tudo, e ainda, amigo do administrador deste blog, Doutor Jornalista António Vitorino, acedeu a participar, graciosamente, com um artigo de opinião, no referido blog, artigo esse que é este, e que em nada compromete o mencionado administrador do referido blog, considerando que a opinião aqui expressa pelo Senhor Engenheiro Abreu Santinho é de sua exclusiva responsabilidade e, como tal, não reflecte necessariamente a opinião do administrador deste blog, Doutor Jornalista António Vitorino, o qual, como é de resto evidente, mas nunca será demais referir, tem opinião bem diversa acerca do mencionado assunto.)

6 comentários:

Laranja Lima disse...

Exmo Srº Doutor Jornalista eu me solida-riso de alma e coração com suas palavras e do ilustre engºsr.
Santinho, que deve ser meu primo

Leo Santinho

Laranja Lima disse...

E mais acrescento V. Excia que não sei como tirar o raio da Laranja Lima de cima do meu «Por Um Mundo Melhor Kuanto Baste"
Estava eu num dia inspirada,decedi criar esta Laranja para outras aventuras,mas como cai em mim e tropecei no bom senso da falta de tempo,desisti logo a seguir e apaguei o blogue da Laranja Lima. Então não é que o KB, assumiu a laranja e deitou para o lixo a Leo
Se souberes me dizer aonde é que vou descobrir este embrólio na formatação do blogue,e tiveres tempo manda-me um email
beijos+sonhos

Sonjos
Leo

Alphonse Donatien disse...

Excelentísimos senhores:

É com pesar e profundo desgosto que constacto o facto de, neste blogue, auto-denominados "cronistas convidados" utilizarem abusivamente títulos de outros autores (um título meu, no caso em apreço) para, de forma que reputo de imoral, e socialmente condenável, promoverem os seus pontos de vista, os quais, aliás, rejeito liminarmente.

Manifesto, pois, a mais veemente indignação por esta vil baixeza moral e política.

Aproveito, contudo, a oportunidadade que aqui me é concedida para me dirigir aos meus conterrâneos:

Franceses! Mais um esforço se quereis ser republicanos!

Anónimo disse...

OLHA O MORALISTA!!! VIL BAIXEZA MORAL E POLÍTICA??? AH! AH! AH! AH!

E O QUE É ISSO DE IMORAL E SOCIALMENTE CONDENÁVEL?

AH!AH!AH!AH!AH!

GANDA MENINO!!!

VÊ LÁ MAS É SE ABRES A PESTANA Ó ANORMAL!!!

AH! AH! AH! AH!

affonso gallo disse...

vá lá, pessoal!

deixem-se de piadas intelectuais, está bem?

Debaixo do Bulcão disse...

Ora bem...

Leo: Já vi que percebeste a piada, mas deixa-me acrescentar que conheci mesmo alguns "doutores" e "engenheiros" deste quilate!

Marquis de Sade: Neste país, dominado pela falta de sentido de humor de alguns fedorentos, às vezes é mesmo necessário explicar muito bem as piadas - se não forem explícitas, tornam-se imperceptíveis, ou... não têm piada! (Que tristeza!...)

ANÓNIMO: VAI PRÓ C*****O !!! AH! AH! AH! AH! AH! AH!

affonso gallo: calma, mano! a silly season está quase a acabar... (espero...)

António Vitorino