sexta-feira, março 14, 2008

FINALMENTE, UM "PEDIDO DE DESCULPAS" DOS TST!


Recebi, do Sector de Almada da empresa Transportes Sul do Tejo (TST), o seguinte e-mail:

«Exmo.Senhor. Acusamos a recepção do seu e-mail, o qual mereceu a nossa melhor atenção. Informamos que os nossos colaboradores foram confrontados com as situações descritas e advertidos para a necessidade imperiosa de cumprirem com os normativos estabelecidos, sob pena de virem a ser desencadeadas acções punitivas no âmbito disciplinar. No entanto, apresentamos o nosso sincero pedido de desculpas pelo sucedido. Com os melhores cumprimentos. O Sector Almada.»


Queridos leitores e/ou visitantes (riscar o que não vos interessa) deste blogue: no caso de vos ter escapado alguma coisa, façam o favor de ler (clicando aqui) quais são as «situações descritas», com as quais os «colaboradores» da empresa foram «confrontados». E, para que não vos falte nenhuma informação sobre o assunto, podem ler (clicando neste sítio) qual foi a reclamação minha que deu origem a esta resposta.

Esclarecidos? Óptimo!


Eu, nem tanto. É que - note-se... - não me foi dada resposta a algumas das perguntas que lhes fiz. Mas pronto, como apresentam um «sincero pedido de desculpas», a coisa fica por aqui.

Prometo que, enquanto utente, não trago mais a público este assunto (a menos que reincidam naquele tipo de atitudes).

Já enquanto jornalista, continuo com vontade de esclarecer algumas coisas.

Mas isso fica para outra ocasião, noutro local, e com outros meios que não um humilde, modesto, singelo e, dizem alguns de vocês, risível blogue de vitorinices.

5 comentários:

Luis Eme disse...

Não queiras ser mais papistas que o papa, Vitorino.

Os senhores até pediram desculpa...

(será que eles mudarão mesmo os hábitos?)

Debaixo do Bulcão disse...

Luís:

Desculpa lá, mas não vou comentar o teu comentário.

Em vez disso, conto uma pequenina história:

Dois amigos meus, há pouco tempo, foram também insultados por um motorista dos TST.
Quando lhe disseram que iam apresentar queixa, o rapazito respondeu-lhes, com a arrogância típica de quem se sente impune: «então apresenta lá a queixa, a ver se eu me importo!».

A questão é que devemos apresentar queixa e fazer com que eles se importem.

Foram muitos anos de arrogância e de impunidade! No que me diz respeito, não estou disposto a deixar que isso continue.

Marreta disse...

E quem é esse tal "Sector de Almada", algum director ou o contínuo?
Saudações do Marreta.

Debaixo do Bulcão disse...

Pois é, Marreta, eles deviam assinar a resposta com o nome do responsável pela dita, ou pelo sector que a assume.

Por acaso eu sei o nome do responsável pelo "Sector de Almada" (não sei se é director ou contínuo...) porque, embora não tenha falado (ainda) com ele, essa informação foi-me dada por quem, nos TST, atende o telefone quando nós queremos apresentar uma reclamação.

Mas não tenho nada que divulgar aqui esse nome. Não vem ao caso.

A.V.

Celular disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Celular, I hope you enjoy. The address is http://telefone-celular-brasil.blogspot.com. A hug.