quinta-feira, junho 04, 2009

Gambuzine#1 - uma nova série, agora anual (mas é pena)

Já está disponível a nova edição de um dos melhores fanzines que conheço (e conheço alguns, desde há alguns anos...).
Esta nova série do Gambuzine promete ser de periodicidade anual (o que é pena, digo eu, mas a editora - Teresa Câmara Pestana - lá terá as suas razões).


O presente número tem mais páginas que as edições anteriores (são 88, se contarmos com a nova - e filtrável - capa em cartolina), e mantém a qualidade a que já nos habituou. É essencialmente um fanzine de banda desenhada. Mas de banda desenhada pouco "convencional" ou, se preferirem, pouco "mainstream" - o que, a meu ver, só o valoriza. Publica autores novos (e alguns jovens, também), de países europeus (Portugal incluído) e dos EUA.

Neste número: Ivanna Armanini, Johanna Lonka, Ulli Lust, Claire Ienkova, Teresa Câmara Pestana, Beppi & Mary Knott, João Sequeira, Axel Blotevogel, Cirq, Raul Gardunha, Schmicko, Rautie, Lukas Weidinger, Tiitu, Matjaz Bertoncellj, Diana Waldschreck, Rafa.

Como vos tenho dito, percebo alguma coisa de zines, e é por isso que recomendo vivamente este novo Gambuzine. Mas não percebo nada (enfim, quase nada...) de BD - e é por isso que não vou dar particular destaque a nenhuma. Acho que são todas boas. E todas longe da escola tradicional (para nós, portugueses) que é a franco-belga (Tintin, Asterix, Lucky Luke e outros que tais).

Gambuzine não está à venda em todas bancas, nem mesmo na maior parte delas - mas está receptivo a colaborações.

Como o adquirir, então? E como colaborar?

Explica quem sabe (a editora, claro):

«Apesar de existirem alguns locais onde encontrar o gambuzine (ver site) é importante que se habituem a encomendar pelo correio a vossa porção de pequena tiragem, e é pelo correio que deverão enviar os vossos trabalhos em cd-r, 300 dpi, tiff, jpeg, ou no velho método da boa cópia p&b. Dada a homeopaticidade do meio, os trabalhos de Portugal têm de ser inéditos.»
Qualquer informação ou encomenda, nos contactos disponíveis em

4 comentários:

teresa disse...

é isso ,e ainda há 12 páginas livres para o próximo número, podem enviar trabalhos em A4 de pé a preto branco e todos os cinzentos , 100% bd ,com alma coração e tripas ,que os leitores têm estomago
infos aqui :

gambuzine@hotmail.com

Rui Vasco Neto disse...

mestre vitorino,
mundinho pequenito, este nosso, não?
venho encontrar o teu rasto através do meu colega e amigo Carlos Enes, que por sua vez descobriu a história do famoso Jornal d'Hoje contada às crianças por quem, por quem? Exacto, pelo insofismável, aproveitável e notável Vitorino, meu chefe de redacção/saco de pancada do director, hein?
toma lá abraço, artista, que é um prazer saber-te vivo da costa e bem das costas, espero.
aparece lá em casa, setevidascomoosgatos.blogs.sapo.pt
boa?

Debaixo do Bulcão disse...

Olha o grande Rui Vasco Neto, um dos melhores jornalistas que conheci e um dos directores mais irascíveis que "aturei".

Vou aparecer pelo teu sítio, sim. Mas agora estou de fim de semana e sem net.

Epá, é mesmo bom reencontrar-te (mesmo virtualmente - aliás, se calhar até é melhor só mesmo assim, porque não levo pancada, ehehe!)

Debaixo do Bulcão disse...

teresa: ainda hei-de publicar aqui mais coisas do gambuzine!